Numerologia e Jogos de Sorte

A numerologia é uma pseudo-ciência que engloba um conjunto de crenças e de práticas e atribui um papel transcendental aos números. Costumamos usar números, num contexto matemático, para quantificar as coisas e dar uma definição racional do mundo que nos rodeia. Neste contexto racional, a numerologia é muitas vezes ignorada e considerada uma forma de esoterismo. Porém, a maioria cartesiana de nós próprios muitas vezes acaba por admitir ter um ou mais números “mágicos”.

Os jogos de sorte são quase todos baseados em números; os números vencedores da lotaria, o valor das cartas, da roleta ou dos dados, são exemplos incontestáveis. A numerologia é uma parte integrante do jogo, e é por isso importante explorar o seu mundo complexo e o seu impacto sobre os jogadores.

História da Numerologia

A numerologia moderna tem as suas raízes numa variedade de culturas e filosofias antigas, mas muitos especialistas concordam que é Pitágoras que está na origem desta arte divinatória. O filósofo e matemático da Grécia antiga acreditava que, a harmonia do universo, está contida na energia dos números e que eles são a essência de todas as coisas.

No século IV DC, os fundadores da Igreja Latina apoiaram-se nas teorias de Pitágoras, na tentativa de decifrar certas passagens da Bíblia. Santo Agostinho de Hipona, chegou ao ponto de dizer que os números são uma linguagem universal que revelam a natureza divina da vida. Mas, a numerologia sofreu a ira da Igreja Católica, após o Concílio de Nicéia, que teve lugar em 325 DC e, foi por isso, relegada para a prática de “magia”, não tolerada, juntamente com a astrologia e outras crenças pagãs.

Apesar desta condenação da religião, a importância espiritual dada a números “sagrados” persistiu e, números como “o número de Jesus”, foram estudados e analisados ​​pela monge, Dorothy Gaza, alguns séculos mais tarde.

jesus-cristo-888

Sabia que as culturas grega e hebraica, da antiguidade, atribuíam um valor numérico às letras do alfabeto? Assim, alguns praticantes de gematria descobriram que se somarmos as letras do nome “Jesus”, em grego antigo, temos 888. Esta seria a cifra de Jesus, um número sagrado, indicando a sua dimensão divina.

A gematria, também conhecida como “numerologia hebraica,” seria uma outra possível origem da numerologia moderna. Esta, é uma exegese apropriada para a cabala hebraica, em que se adiciona o valor numérico das letras e das palavras da Tora, para interpretá-las.

Alguns especialistas dizem que é no Egipto que se deve procurar as raízes da numerologia, com base nos códigos místicos escondidos na Grande Pirâmide de Giza. Outros, sugerem teorias chinesas e árabes, tão antigas, que são praticamente impossíveis de datar.

Em 1658, Thomas Browne, publicou um ensaio filosófico fortemente influenciada pela numerologia, intitulado “The Garden of Cyrus“. O autor tenta demonstrar que, o número 5, e o alinhamento escalonado, são generalizados nas artes e na natureza. Este livro é frequentemente utilizado, por adeptos do criacionismo, que pensam que o universo e a vida, são a obra de um desígnio inteligente, por oposição às teorias da evolução e da selecção natural, desenvolvidas por Darwin.

Hoje, a numerologia é mais popular do que nunca e encontramo-la aplicada em muitos domínios. No Japão, a numerologia faz parte integrante da estratégia da empresa, da mesma maneira, que é usada para o recrutamento, nos Estados Unidos. Na Europa, é o aspecto previsivo da numerologia que é preferido. Mas se há uma área onde a numerologia está observando um sucesso universal, é a dos jogos da sorte.

A Numerologia Moderna

Nós podemos usar os números para resolver problemas da vida quotidiana, dar um valor às coisas, calcular rotas ou estruturar o tempo. Mas os números são também uma maneira de estudar as relações complexas que o homem mantém com o universo. Hoje, muitos cientistas consideram a matemática como uma intrínseca verdade da natureza contudo, trata-se duma ciência, cuja ligação à realidade, não está empiricamente comprovada. Esta relação complexa, entre o lado abstracto da matemática e as suas aplicações no mundo real, está provavelmente na origem da numerologia.

Neste sentido, a numerologia poderia ser considerada como a relação do homem ao divino, ao inexplicável. É normal que a maioria dos seres humanos, como racionais que são, mostrem uma predilecção especial por determinados números. Estes, normalmente, são números que têm um impacto positivo nas suas vidas; o dia de nascimento, a idade duma pessoa que ama ou, simplesmente, um número que “sente”. Se os jogadores confiam em “números mágicos” quando jogam, é talvez porque, inconscientemente, lhes atribuem um poder místico.

A escolha de números também influencia os jogadores por causa do valor simbólico que lhes é atribuído na cultura popular. Assim, o número 7 é considerado um número que dá azar no craps, enquanto que é número de sorte para muitos jogadores. Pode-se também evocar os Jogos Olímpicos na China em 2008, a cerimónia de abertura foi realizada em 8 de Agosto às 08:00 horas da noite (oitavo dia do oitavo mês, no oitavo ano do novo milénio), simplesmente porque o oito é um sinal de riqueza e de prosperidade para os chineses.

Quando um jogador emprega a numerologia para tomar uma decisão, ele pode escolher os números que têm um valor “pessoal” ou os números cujo valor simbólico é derivado da cultura popular e das crenças.

Valor Simbólico dos Números

O valor simbólico atribuído aos números pode variar segundo as culturas e as tradições. Não há nenhuma verdade absoluta sobre a interpretação de números mas, a numerologia ocidental moderna fornece pistas interessantes. A seguir, a lista do simbolismo mais comummente aplicado aos números:

  • 0: o zero simboliza a origem do universo, sem começo, nem fim.
  • 1: o um, simboliza o Único, o Universo, o Divino e o Transcendente. Mas também pode simbolizar o egoísmo e a solidão.
  • 2: o dois simboliza a partição, a separação e a dualidade.
  • 3: o três simboliza a Santíssima Trindade, a relação entre o corpo, a mente e o espírito. Também está associado ao aperfeiçoamento, à plenitude e à realização.
  • 4: o quatro simboliza a ordem, o método e a organização perfeita das coisas.
  • 5: o cinco simboliza a natureza e as artes, mas também está associado com a figura geométrica que representa o pentagrama.
  • 6: o seis simboliza a harmonia, a felicidade e o equilíbrio.
  • 7: o sete simboliza o misticismo associado ao ocultismo e à magia.
  • 8: o oito está surgindo como o símbolo do infinito e, por esse facto, representa a eternidade.
  • 9: o nove está associado à perfeição, à realização e à harmonia.

Numerologia e Superstição

Muitas superstições ainda estão bem enraizadas na mente das populações ocidentais. O mau presságio que representa um gato preto, o número 13 ou, sete anos de má sorte, que podem advir se passarem debaixo de uma escada, são alguns exemplos. Pessoalmente, adoro gatos, pretos ou não, nasci num dia 13 e, as escadas não me metem medo. Mas devo dizer que as superstições relacionadas com a numerologia têm afectado algumas das minhas escolhas e, é certamente o caso, para muitos jogadores.

O País que conta com o maior número de pessoas supersticiosas é provavelmente a China. Em mandarim e em cantonês, o “oito” é um número de sorte, porque é pronunciado como a palavra “Faat”, que significa abundância e prosperidade. Ao contrário, muitos jogadores chineses evitam jogar os números “4” e “5” porque a sua pronúncia não está muito longe do verbo “morrer”.

Além disso, muitos casinos e hotéis em Hong Kong simplesmente omitiram o quarto e quinto andares, pelas mesmas razões. Quanto à direcção do Mandalay Bay Casino, em Las Vegas, excluiu totalmente os números 40 a 59, devido à grande afluência de jogadores chineses, neste estabelecimento de jogo.

A numerologia e os Jogadores

Muitos jogadores estão acostumados a utilizar várias técnicas, juntamente com a numerologia, para escolher os números que lhes trarão sorte. E, é por essa razão, que a nossa sociedade costuma considerar os jogadores como uma população muito supersticiosa. Não obstante a maioria dos jogadores dizer que está ciente da preponderância do imprevisto no jogo não hesitará, no entanto, a testar todos os meios possíveis para ganhar.

Neste contexto e, apesar da sua conotação mística, a numerologia é uma maneira tão válida como outra qualquer de ganhar a sorte grande e, o facto da que sua eficácia não poder ser provada empiricamente, é irrelevante.

Alguns jogadores utilizarão geradores de números de sorte usando elementos como posições astrológicas de estrelas e de planetas. Estes geradores, muito populares entre os jogadores de lotaria, permitem inserir dados como o nome e a data de nascimento, para obter números de sorte. Outros jogadores confiam na sua intuição e simplesmente jogam os seus números mágicos.

Você pode optar por jogar ou não os seus números mágicos no casino, estudar um mapa da Via Láctea ou usar métodos de estratégia para reverter as probabilidades em seu favor. Tudo isso não altera o facto de que a numerologia faz parte do jogo e tem influenciado todos os jogadores num momento da sua vida.

[geocode id=12]